quinta-feira, outubro 19, 2017

assíncrona

Não sou de antecedências
Sou de urgências

quinta-feira, setembro 28, 2017

Eu-só-eu

Só existem dois tipos de homem:
O que existe
e
O que não existe

Porque tudo é
e
não é

domingo, setembro 24, 2017

Simulacros em prova

E escrevia no ar
lançando cores
grafite
com sua segunda ponta
de lápis -
reflexo do papel
de cabelo
- reflexos do couro cabeludo
de cabeça
de vento -
reflexo de sua a-conduta

quinta-feira, agosto 31, 2017

Paus de sebo

Um pau lustroso
é apenas
um pau lustrado
pelas mãos dispostas
a lustrar
com cera e sebo
de escorregar

terça-feira, agosto 29, 2017

Outras faces

toda vez que vejo
um poema
viro a cara

vai que ele me atinge
no olho
na alma

segunda-feira, maio 22, 2017

Tempos viajantes; viagens temporais


O pé no painel de carro
O olho nas estrelas
O alongamento dos dias bons

terça-feira, maio 16, 2017

Microconto de escola


A professora desmaiou; os alunos preferiram colar.


sexta-feira, maio 05, 2017

Foi por medo de avião

Um bicicletário de estruturas metálicas
verticais
À maneira de um açougue de pendurar gente
morta
Parece um bom lugar para:
fumar.

Um aparado púbis
distópico
Denominando um parque de
herpes
Parece um bom lugar de:
contactar.

O som de viola vindo da
cozinha
pelo toque de um amigo
zeloso
Ao menos um par de vezes na vida
é bom para:
acordar





sábado, janeiro 21, 2017

Egopigramas II

Interpolada de sintaxes
(ou sintexes?)

Exaustivas repetições
Muito latido - ecoando dentro,
quase 300 páginas de latido,
ameaçando morder em míseras palavras.

Decalque de decalque -
original.


sexta-feira, janeiro 20, 2017

Acúmulo de espetáculos
vira seriado, fatiado
com rompimentos-fio
de novela-novelo
vira rotina
nada novo
tudo velho
de tanto novo
é a vida mesma