7.12.17

Consta que rastejar
por baixo da pele,
escondido,
e acima da carne,
superficial,
é a sombra real de muitos dias

6.12.17

escarneça-esmaeça

me ensine as músicas
de nosso país
de nossos Hermanos
- e me terás encanto

me conheça poemas
que não os li
nem leria
- e me terás aqui

se eu for digna,
escreva-me versos
de escárnio, que seja
- e serei, e terás

coloque camadas
dessa casca-estética
várias, muitas
- e esconderei as rusgas

cultura e ternura:
quero navegar em mais
E mais ondas - bravias
que disfarçam e escondem
- no discurso do mundo -
o próprio mundo, o chão
o concreto

30.11.17

Questão de honra e justiça

Às putas:
completo respeito.

Aos filhos-da-puta
repleto despeito.
Ocorreu que
o bicho pegou
e quando se dá
esse feito
ele não desapega

29.11.17

tentação

sou quem chega com fragrâncias
- sabores e gulas -
e não gosta e flagrantes
só de surpresas

- pois
articulando-se supresa,
não se promovem flagrantes -

dou-me por essências
e sabores
cores, excessos
agitações bate-boca
bate-língua

pelo sim
pelo não
pelo menos:
tento


24.11.17

entre as coisas nem
tão estranhas
bem mais entranhas
transporto-me
novamente,
déjà vu,
ao mundo reverso
do inverso
do transverso do mim


penso, alternativa,
na vara de trespassar  -
aquela que está no
verso do reverso do inverso
tudo o mesmo tempo
agora - uma vez que espeta
e fura e sangra

Loucos juntos
Ou
Sozinho louco?

23.11.17

Há lugar

Alugar
um lugar:

alagar
uma história.

20.11.17

9002

O sambinha das coisas
grandiloucoisas
ferve mambembe
meus sentidos fritura

Sem detergente na avenida
sou gosdusura -
um sonho craquelado.

Aqui-látero

Folheando páginas ainda úmidas
do orgânico
Relembro a força de lágrimas
que me trouxeram
à seca

15.11.17

Sonhos

No dia em que eu sonhar estar brincando com um lagarto branco no topo de uma escada, posso dizer que encontrei paz.